terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Não há nada

por que exige do mundo respostas? você já as conhece bem, elas estão em seu íntimo, em cada pessoa que você vê, em cada canto de parede pelo qual você passa. elas estão no céu mas também na falta dele, no futuro, mas na ausência do presente também. 
mas as perguntas insistem em sair dos seus lábios, revoltadas, solitárias, buscando um alento que não pode existir. nunca existiu.
e então você vai dar respostas a si mesmas, respostas fracas, respostas que faltam franqueza. vai dizer que tudo bem. vai dizer que pode continuar aqui porque há motivos para estar.
quais?
as perguntas vão continuar atacando porque você já sabe 
já sabe que não há, nada há 

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

terça-feira, 10 de outubro de 2017

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

você já sentiu o peso do fim? como metais cravando em sua pele, um mar de lembranças sem gosto, sem cor. é só a queda até que a morte venha - e como ela se demorasse demais, você opta pelo fim.

só o fim.

terça-feira, 3 de outubro de 2017

A dor parece física, mas não estou doente. Respirar é difícil e o coração bate sufocado. Inspire. Expire. Inspire. Expire. Viva. Só continue respirando.

Foi o de mais útil que puderam me ensinar.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Sobre o vazio do agosto em setembro

Hoje já se passaram 3 dias, mas o vazio continua o mesmo. Acho que pior. Mas quem eu quero enganar? Esse vazio sou eu, eu sempre fui assim. Motivos ou não são desculpas ou falta delas. Continuarei solitária, enquanto todas as outras pessoas brilharem. Esses dias eu ando tendo problema com estrelas, todas me parecem bonitas demais para que eu me aproxime.

Eu só quero morrer. Não sou uma estrela; só queria não brilhar. Sou um buraco negro. Vazio. Me falta, agora, a arma pra tirar minha vida de uma vez. Meu desejo de morrer é meu novo motivo de vida, eu acho.

Não tenho amigos ou esperança de tê-los. Eles partiram há alguns anos. Eu tenho dois amigos, mas talvez seja melhor me afastar deles. Me afogarei sozinha, é o que meu eu pensa.

 01/09/2015

Siga-me pelo email [;